sexta-feira, 4 de abril de 2008

Saúde do Professor

Estava lendo a Nova escola deste mês e achei muito interessante a matéria que fala sobre a saúde do professor.
Obviamente que um professor estressado não rende em sala de aula, e com isso a aprendizagem dos alunos também fica comprometida.

E a bola de neve não para de crescer, porque estressado, o professor tende a se afastar da escola, e se afastando da escola, os alunos ficam sem aulas.

O assunto é complicado.

Conheço muitos professores, inclusive eu, que adoeceram no trabalho. Mas como fazer para que esses efeitos nocivos a nossa saúde sejam minimizados?

A Nova escola dá umas "receitinhas". Vamos à elas:

"A presença de diretores e coordenadores pedagógicos que dêem suporte efetivo equipe escolar e se co-responsabilizem pelos resultados do ensino é, igualmente, fator de aprimoramento das condições profissionais. Nesses profissionais estão as respostas para dificuldades que vão de questões pedagógicas a problemas de relacionamento. É o que mostra à pesquisa Saúde e Apoio Social no Trabalho, realizada em 2006 por Rodrigo Manoel Giovanetti, na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. "O apoio social tem efeitos moderadores do estresse e da síndrome do esgotamento, além de promover satisfação e produtividade", explica Giovanetti.

As investigações em escolas públicas levaram o pesquisador a concluir que, quando o diretor deixa de focar a atuação nas questões burocráticas, ele consegue tornar o dia-a-dia menos desgastante para todos. Por sua vez, os coordenadores, que também ocupam posição de liderança, têm papel fundamental no acompanhamento da prática em sala. Essa ação tem o poder de minimizar as angústias do docente diante das adversidades."

Minha única preocupação é que nós coordenadores, não somos salvadores da pátria.
E quem é que cuida da nossa sáude mental e física?

Nossas atividades são muito desgastantes e nossas responsabilidades como gestores ultrapassam muitas vezes as questões cotidianas da escola.

Mesmo assim, gostei dessa matéria, porque contribuiu para sedimentar meu foco de estudos,que é comprovar que a presença de um coordenador pedagógico eficiente e pesquisador, transforma a rotina da escola e torna o ensino aprendizagem mais dinâmico e aprimorado.

Nenhum comentário: