quinta-feira, 9 de julho de 2009

Manifesto por um Brasil Literário

Manifesto por um Brasil Literário lançado em Paraty

Hoje na FLIP em Paraty, foi dia de Manifesto por um Brasil Literário, lido publicamente pelo escritor Bartolomeu Campos de Queirós. Formulado com o apoio do Instituto C&A, da Associação Casa Azul, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil, do Instituto Ecofuturo e do Centro de Cultura Luiz Freire (CCLF), documento pretende promover o debate sobre a importância da leitura literária e das políticas de promoção da leitura.

O Manifesto é o ponto de partida para as discussões em torno da importância da leitura de livros. E da busca do prazer de ler. O objetivo é acolher propostas e engajar o maior número de pessoas em torno dessa causa, para mobilizar o país em busca da construção de um Brasil literário.

O debate foi orientado pelas seguintes questões: é possível transformar o Brasil em um país de leitores? O que entendemos por um país de leitores e o que esperamos dele? Como fazer para que as ações existentes de promoção da leitura possam convergir para uma atuação conjunta na construção de um país leitor?

Depois da FLIP, os interessados podem acompanhar as ações de incentivo à leitura literária que estão acontecendo no país, conhecer a agenda que pauta essa temática e saber os próximos passos. Essas iniciativas darão base a um movimento nacional de incentivo à leitura literária e estarão publicadas no site http://www.brasilliterario.org.br, também lançado no dia 2. O espaço virtual abrigará um fórum de discussão, enquetes e notícias com essa temática e é o principal meio de adesão ao manifesto.

fonte: Comunicação Flip - Flávio Moura

Nenhum comentário: