sábado, 1 de agosto de 2009

Pierre Levy

Pierre Levy é uma figura extraordinária do pensamento contemporâneo. Carlos Nepomuceno realizou uma breve e exclusiva entrevista com Levy, que em determinado trecho disse o seguinte:

Eu estou mais interessado em profundas e longas meditações que explorem os assuntos desconhecidos sobre os quais ninguém está falando e que poucos entendem ou estão interessados. O resultado desse tipo de meditação pode ser um livro (claro que o livro poder estar no formato digital) ou em outro suporte (…).

Ele não se importa de ser publicado em e-book. Isso não surpreende ninguém que conheça o trabalho dele com tecnologia, redes e internet, desenvolvido há décadas. Vinte anos atrás, ele já descrevia como seria a Internet hoje.

Essa entrevista me recorda o quanto alguns autores, editoras e editores, apreciam viver a anos-luz de distância de pessoas como o Pierre Levy. Como gostam de pensar que os livros eletrônicos nunca “vão pegar”. A verdade é que o bloco já está na rua, gostem ou não. Livros impressos são digitalizados e pirateados aos milhares por leitores brasileiros (Folha de SP), em comunidades no orkut e até em blogs - e justiça seja feita, são leitores de todas as idades fazem isso. Para os leitores fãs de livros, a tecnologia não é um obstáculo - é só mais uma ferramenta para atingir o mesmo objetivo.

Adianta tapar o sol com a peneira? Melhor engolir os e-books, antes que eles engulam os autores, as editoras e os editores…

Fonte:http://editoraplus.org/noticias

Nenhum comentário: